21 de set de 2017

Pare de entulhar! #Sabrinice14


Olá menines, no texto de hoje eu vim ensinar como acabar com o capitalismo.

Brincadeiras a parte, eu queria falar de algo sério: tralhas. Já reparou como a gente guarda coisa? Como a gente arruma entulho pra dentro de casa? Pois é meu bem, destralhe.

Há alguns meses eu tenho me fiscalizado muito para não arrumar tralhas. Esse é um exercício diário que pode ser mais ou menos complicado. Por isso resolvi escrever esse post conscientizador.

Se você é do tipo que compra muito, pare. Sério. (Agora é a hora que você entende a piada sobre o capitalismo viu). Pensar antes de comprar algo só tem lado bom. Você já tem essa "coisa"? Ou você tem algo que é quase igual? Você realmente R-E-A-L-M-E-N-T-E precisa disso? Tá podendo gastar dinheiro? Depois de responder a tudo isso você pode virar as costas e ir embora. Porque sim, em boa parte das vezes você vai deixar de comprar se fizer essa análise. E ai você economiza dinheiro pra fazer algo mais interessante: viver experiências com pessoas.

Se você não é do tipo que compra muito, mas tudo que compra guarda por anos e anos, pare. Os objetos também têm funções nas nossas vidas e quando perdem essa função, devemos doar ou jogar fora (ai vai depender do estado). Guardar algo só porque foi um presente, guardar porque foi caro, guardar porque você gosta muito (mas não te serve, você não usa, está só ocupando espaço). Não faça isso com você. Traga o novo, livre-se do velho, renove. O presente foi presente, agora ele é tralha. O que foi caro já tá pago e guardar não trará seu dinheiro de volta, é tralha. E se você gosta muito, mas não usa, então você não gosta, é tralha.

Evite pensamentos consumistas. Eles aparecem o tempo inteiro. Afinal de contas estamos o tempo inteiro com publicidades jogadas nas nossas caras. Mas comprar só por comprar não vai te trazer nada de bom. Na hora você vai pensar "meu Deus eu tenho isso, nossa que alegria". Depois a alegria passa e você só tem mais uma tralha para guardar. Então pense "Eu quero isso porque eu quero e preciso ou eu quero isso porque essa propaganda me fez querer isso?".

Se a sua casa/quarto for pequena/o, agradeça. Afinal, quanto menos espaço, melhor! Quanto mais espaço você tiver, mais vontade de guardar troço você vai ter. Mas se você tiver uma casa grande com poucas coisas, não te criticar, tá de parabéns. Evite arrumar espaços em que você vai querer enfiar coisas.

Não quero dizer que não é pra comprar mais nada, o que eu quero dizer é para comprar consciente da compra que você está fazendo. Roupas, objetos, móveis, até comida! Pensar antes de comprar pode te fazer não comprar e como eu disse: sobra dinheiro para experiências. O que adianta ter um armário cheio de roupa se você não tiver grana para ir a algum lugar com essas roupas? Ou mesmo que você tenha dinheiro para sair e comprar, essas coisas nunca vão suprir o vazio que você sente.

Se você é acumulador ou tem qualquer problema desse tipo, procure um psicólogo. Não tente resolver com coisas e com consumo. Faça melhor: gaste o dinheiro em um psicólogo ao invés de uma bolsa que você não precisa. Cuide de você, gaste com algo que é interno e por isso, mais importante.


Comece sua sessão "destralha" aos poucos. Primeiro no quarto, depois na sala, depois na cozinha e por ai vai. Não vai ser do dia para a noite que você vai conseguir se livrar de tudo que não precisa, tudo isso acontece aos poucos. É uma nova visão que você vai aprender a ter do mundo.

Agora confira essa listinha e se inspire.

Coisas que você pode se livrar;

-Toalhas velhas/furados/rasgados
-Lençóis velhos/furados/rasgados
-Roupa velhas/furados/rasgados
-Qualquer coisa velha/furada/rasgada
-Tecnologias velhas (CD, DVD, MP3 ruim, pilhas ruins) tudo que não funciona mais, que você não tem mais como usar e/ou que você não tem motivos para guardar (se você for fã de uma banda pode querer guardar o CD)
-Presentes de decoração que não tem nada a ver com a sua decoração
-Roupas que não tem mais nada a ver com seu estilo
-Cosméticos e remédios fora de validade
-Coisas sem tampa (panela, pote, caixa, tudo que precisa de tampa, mas que não tem)
-Coisas que você vai consertar, mas que na verdade você não vai consertar
-Coisas (objetos, roupas, tudo) que você não usou nos últimos meses e sabe que nunca vai usar

Essas foram as que eu consegui lembrar agora, mas tem mais. Sempre tem! Procure em cima dos armários, embaixo dos colchões, vocês vão encontrar tralha em toda parte!

Não sou a Dona da Verdade, nem pretendo ser. Não quero com esse texto dizer o jeito certo ou errado de viver, é apenas uma reflexão. Estou aqui escrevendo algo que tenho total liberdade em publicar. Me segue no instagram que eu fico lá falando essas doideiras também: sabrinandoblog.

Obrigada por me ler, consuma consciente e destralhe!

Por: Sabrina M. Lima