21 de mar de 2017

Amor sem padrão #Sabrinice8


Vou começar de maneira impactante hoje: não se apegue as regras de relacionamento!

Nós vivemos tentando nos encaixar nos padrões que existem e não adianta dizer que não existem, porque existem. O padrão de cabelo, corpo, rosto, sorriso, altura, peso e relacionamentos. Todos os relacionamentos. "Amigo de verdade faz tal coisa" ou "10 sinais para saber se ele está querendo terminar" ou "se ela fez isso significa que irá te trair". Mas calma! A gente não precisa levar tudo ao pé da letra! 

É engraçado ver/ler algo que diz "tantos sinais de que ela está a fim de você". Foi inspirada num desses vídeos/textos que eu resolvi escrever esse post aqui. Só que eu gostaria de focar em relacionamentos amorosos.

Vou tentar desmistificar algumas frases e sua opinião será muito bem vinda nos comentários ok?

1. Se ele olha para outras, então não te ama.

Não, não precisa ser necessariamente assim! Ele pode não te amar e por isso olhar para outras, mas ele pode simplesmente ter achado outra mulher bonita e pronto. Não estou falando de homens que olham para outras mulheres quando estão na presença da namorada. (Sabe aquela virada de pescoço 360º). Estou falando de homens que sem a companhia de suas namoradas reparam na beleza alheia e não por isso deixam de amá-las e respeitá-las. Acho totalmente aceitável, assim como nós mulheres olhamos os homens bonitos. O que é bonito é para se ver! E isso me leva para outra ideia bem batida:

2. Desejar outro significa que você não ama de verdade.

Algumas pessoas quando namoram tem seus desejos sexuais totalmente direcionados para uma única pessoa. Entretanto, não é assim em todos os casos. Algumas pessoas continuam sentindo tesão como antes. Claro que sentir atração/desejo e respirar fundo é uma coisa. Ir até a pessoa, ficar com ela e enganar a pessoa com a qual você tem um relacionamento é outra coisa. Nesse caso eu não acho aceitável. Mas pensar "meu deus que delícia!" enquanto observa de longe não mata ninguém.

3. Namorados precisam se ver todos os dias, falar todo dia e ter assunto o tempo todo.

Calma ai galera. Algumas pessoas tem mais tempo que outras e assim como falta assunto com seus pais, pode faltar assunto sim com o seu amor. Acontece vez ou outra e esse é momento de assistir um filme ou dormir. Não é o sinal com certeza de que vocês vão terminar, muito menos de que tem algo de errado com vocês.

4. Namoro é sempre igual do início ao fim.

Tudo bem, eu forcei com essa aqui. Mas é que muitas pessoas ainda insistem na ideia de que mudanças são ruins e eu sou totalmente contrária. Mudanças são ótimas! Você pode começar um relacionamento de um jeito e depois de 1 ano ou menos estar completamente diferente. Você cresce com um relacionamento, descobre muita coisa sobre você mesmo e sobre o outro também. Existem muitas pessoas que nunca tiveram uma relação amorosa, mas que amam dizer como seria se tivessem e dizem:
Eu nunca perdoaria uma traição
Eu nunca acharia normal que minha/meu namorada/o dormisse na casa de um amigo/a hetero.
Eu nunca blábláblá...
Daí essa mesma pessoa começa um relacionamento, o tempo vai passando e ela vê que não é bem daquele jeito que achava que seria. Vai aprendendo as coisas com que ela realmente se importa e ao longo dos anos isso pode ir mudando. Como no exemplo acima: perdoar uma traição mesmo tendo gritado aos sete ventos que não perdoaria.


Relacionamentos, assim como tudo na vida, são feitos de fases. Existem fases em que vai estar tudo maravilhoso e você vai pensar "meu Deus eu quero casar hoje!" e fases que você quer que a pessoa vá embora logo pra poder assistir aquela série. O importante mesmo é que os momentos bons prevaleçam. Nada de relacionamento onde você "compensa" as coisas ruins. Mas que tem tanta coisa boa que você esquece as ruins facilmente. Porque sim até no amor existe lado ruim. 

Então não pilha com esses padrões não. Seu relacionamento pode ser incrível do jeito que ele é, mesmo fora dos padrões. Se algo te incomoda, converse, abra o jogo. Isso serve pra todos os tipos de relacionamento. Serve até para quando você quer começar um e não quer perder tempo no "joguinho da sedução" que muitas vezes é uma disputa de quem demonstra menos. 

Eu já me vi pilhada com essas regras de relacionamento e senti na pele que isso não existe. Cada um tem sua singularidade e a forma como construímos nossos namoros/casamentos não é da conta de ninguém de fora. Não é porque uma pessoa segue um tipo X de relacionamento e dá certo que comigo também vai dar, entende? Como eu comecei a namorar cedo, acabei ouvindo muito o que os outros diziam e isso me fez ter dificuldades em saber se de fato existia um "jeito certo" ou se o certo mesmo era respeitar as características do meu namoro. Definitivamente o segundo foi a melhor escolha para mim! 


Não sou a Dona da Verdade, nem pretendo ser. Não quero com esse texto dizer o jeito certo ou errado de viver, é apenas uma reflexão. Estou aqui escrevendo algo que tenho total liberdade em publicar. Me segue no instagram que eu fico lá falando essas doideiras também: sabrinandoblog.

Obrigada por me ler, seja leve e curta seu amor despadronizado!

Por: Sabrina M. Lima