30 de dez de 2016

Feliz amanhã


Sempre gostei do ano novo porque sempre gostei da ideia de começos e principalmente recomeços. Iniciar um novo ano significa, para mim, renovar as energias para fazer mais um ano valer a pena. Afinal só você pode fazer seu ano valer a pena. Não são os outros, não são os acontecimentos aleatórios, a passagem de um cometa, astrologia ou Deus. É você. E não isso não é ceticismo, isso é não colocar no outro uma responsabilidade que é só sua e de ninguém mais.

O ano de 2016 foi louco? O ano de 2016 foi louco. Em todos os sentidos que a palavra louco pode ter. Morreu tanta gente (famosa ou não, boa ou não) no mundo todo, algumas guerras continuaram, outras pioraram, mas algumas estão perto do fim, casais (e essa fã número 1 do amor aqui, ficou triste com isso) terminaram, a política virou de cabeça pra baixo tanto nacional, quanto internacional, mas conheci tanta gente legal, aprendi tanta coisa nova e sei que isso não foi algo exclusivo para mim. São os famosos dois lados da moeda, você escolhe pra qual quer olhar mais.

Espero, de mim e não de 2017, começar o ano leve focando nas coisas boas que aconteceram e deixando as ruins de 2016 como um aprendizado, por vezes doloroso, mas importante para me ajudar ao longo da vida.

Espero, de mim e não de 2017, fazer desse ano bom, produtivo e focado em mudar as coisas ruins que ainda persistem.

Espero, de mim e não de 2017, cumprir minhas metas, conseguir o que quero porque me esforcei e tive pessoas que me ajudaram (porque sempre temos quem nos ajude) pra fazer do meu ano um bom ano.

Espero, de mim e não de 2017, ser grata a tudo que acontece desde de a hora em que acordo até quando volto e tenho uma cama me esperando pra dormir.

Gosto de insistir na tecla do "a felicidade está nas suas mãos" porque ela está. Se você põe algo tão importante assim nas mãos do outro e não consegue ser feliz a culpa é sua mesmo. Um ano novo tem tudo pra ser bom e tem tudo pra ser ruim. Depende das nossas escolhas, das nossos objetivos e o que fazemos pra alcança-los. E talvez o mais importante seja não perder a vontade de viver mesmo depois da virada, mesmo depois do carnaval, mesmo depois das férias de julho, mesmo quando o começo não for de ano que você seja o começo que provoque mudanças. Seja você sempre a boa energia que procura para recomeçar. 

Hoje ainda é dia trinta de dezembro, mas já vou te desejar feliz ano novo e feliz amanhã!