13 de mai de 2016

Ter alguém


Poder se comunicar de maneira clara e precisa é um dos dons dos seres humanos. Infelizmente nem todas essas pessoas usam isso para o bem. Mas o pior mesmo é quando você tem o que falar, mas não tem para quem falar. Muita gente já se viu numa situação onde achava que não podia contar com ninguém, ter apoio de ninguém e às vezes realmente não podia.

Não demora muito tempo até a gente perceber que essa história de que atitudes provam mais que palavras é verdade. Ter vários amigos na turminha, vários amigos no facebook ou em qualquer lugar não significa nada. Esses "amigos" poderiam facilmente ser chamados de "colegas de classe" ou "contatos de uma rede social". É isso que eles são. Mas a gente resume e coloca uma nomenclatura mais gentil e de significado mais forte, amigo. Você olha para os lados e sabe que não tem ninguém, uma hora ou outra você vai perceber o quão aquelas amizades são vazias e começará a "separar o joio do trigo". E isso é ótimo!

Depois que essa "fase" passa, a gente acorda e descobre que o mundo não é cor de rosa, mas nem por isso ele é ruim. A gente encontra aquelas pessoas que realmente estarão conosco, pessoas essas que merecem ser chamadas de amigas. Elas não dizem "pode contar comigo", "seus segredos estão protegidos", "vou estar com você todas as horas" ou "o que precisar é só me chamar". Mas quando você precisa contar com alguém, conversar com alguém, estar com alguém ou chamar alguém, sabe exatamente quem é esse alguém.

Mesmo aquelas pessoas que tentam se fazer de inabaláveis e frias, precisam conversar com alguém. Aquelas que vivem ótimas demais, também tem problemas que são camuflados pela felicidade excessiva. E todas, todas, todas, todas as pessoas precisam falar sobre o que acontece com elas. Pode ser contar sobre o dia, falar de uma série ou contar que o pai foi preso por tráfico de drogas. É importante pra nós, seres humanos, termos esse momento de "colocar pra fora" o que fica acumulado lá dentro. E isso não se faz com estranhos. Acredito que as pessoas que não o fazem acabam enfrentando os mais diversos problemas.

Quando encontramos um amigo é bom não perder. Não precisa ser ciumento, obsessivo ou coisas do tipo. Cuidar, manter a relação saudável e continuar compartilhando as histórias com essa pessoa confiável. Ser a pessoa que a escuta também é importante. E valorize esses amigos quando os encontrar. Você vai ver que o número de amigos não aumenta conforme os anos passam. Porque não precisa. Na maioria das vezes eles duraram muitos e muitos anos, sem a necessidade de uma substituição. Ter alguém em quem confiar e ser de alguém para se confiar não existe receita. Acontece.