18 de mar de 2016

A gente terminou


Esses dias andando na rua encontrei um amigo que não via há séculos. Conversamos sobre tudo, sabe o quanto sou perguntadeira. Dai ele soltou "E você e o Antonio, hein?" eu disse "Ah, a gente terminou". Não sei se pelo jeito que eu disse ou por alguma ética ele não me perguntou o motivo e continuamos nossa conversa.

Eu poderia ter usado diversas formas pra dizer que não estamos mais namorando. "Não tava mais dando certo" "Ele terminou comigo" ou "Eu terminei com ele" "Não estamos mais juntos" "Não estamos mais namorando". Mas eu escolhi dizer "a gente terminou". Não só a ele, mas a todos que perguntam sobre nós. Afinal foi isso que fizemos. Nós terminamos um ao outro, terminamos "nós". Acabamos com tudo. Terminamos o carinho, terminamos a amizade, terminamos a parceria, terminamos o companheirismo, terminamos o sonho de vida a dois e pior de tudo foi que terminamos o amor.

Tudo que a gente tinha, a gente terminou. Não sobrou nada pra contar a história. Não foi como aqueles casais que percebem que não dá mais e terminam pra ficar tudo bem, pra sobrar as coisas boas e divertidas. Não. A gente estragou tudo até fim. Foi horrível. Mesmo que quiséssemos, nunca poderíamos voltar. Olhar um para o outro trás sensações ruins e de total desespero. Como pudemos chegar até aqui? Como chegamos tão rápido e tão devastadoramente ao fim?

O motivo de tudo fomos nós. Você com certeza dirá aos seus amigos que foi o timing que deu errado, nosso destino não era esse ou algo do gênero. Mas eu não gosto de me enganar. Eu preferi usar tudo isso como aprendizado pra próxima. A minha "fila" não andou tão depressa quanto a sua, mas um dia ela anda. E ao contrário de você que continua terminando com você e com os outros, eu resolvi não fazer nada igual. Eu quero construir agora. Construir o amor, construir o carinho, construir a amizade e construir a felicidade. Quem estiver comigo vai querer construir também.

É uma pena que você ainda não perceba que terminando tudo assim, vai terminar com você pra sempre. E não te restará nem a si para você.