27 de jul de 2013

Ôh garota


Vai. Isso mesmo garota, fica ai gritando comigo. Eu vou fingir que não to te ouvindo. Isso é tudo fogo nessa bunda. Isso, anda de um lado pro outro enquanto reclama de tudo. Vai, diz que se arrepende de ter me conhecido, de ter ficado comigo, de ter aceitado ir naquele encontro e de tudo que a gente viveu. Fala que eu sou grosso, mal educado, porco, ogro, que você odeia meu cabelo e minha tatuagem no braço. Diz que você preferia aquele mané que tu namorava antes de me conhecer. Pode dizer! Só não vai querer que eu acredite que você não é apaixonada por mim, vai? Ou que você não me ama. Que não está completamente louca por mim. Que faria qualquer coisa que eu pedisse. Não diz que se no meio desse seu escândalo todo eu disser "acabou então" você vai ficar bem. Vai dizer isso? Acho que não. Você sabe, sabe que não vive sem mim. Sabe que precisa de mim. Sabe que só eu sei do que você gosta. Só eu conheço teu jeito, teu cheiro, teu beijo, teus gostos e cada centímetro do teu corpo. Só eu que vou aguentar teus pitis, teus gritos chatos, tuas caras azedas, teus dramas e manias. Continua. Fala que não me aguenta mais. Que eu sou o pior homem do universo. Que você amaldiçoa o dia que eu nasci. Mas não diz que não sou nada pra você. Vai. Assume. Quem seria você sem mim? O que você ia fazer da vida? Quem é a razão de tudo que tu faz? Fala garota! Anda. Chora, pode chorar. Chora e me pede desculpa. Porque eu sou o homem da tua vida. O teu amor épico.

Quem mais você amou e vai amar. Quem você nunca vai esquecer. Vem aqui. Vem aqui que eu vou te abraçar. Vou dizer que tu tem razão, só pra você parar de reclamar. E quando eu chegar em casa e olhar meu celular, vai ter uma mensagem de desculpa. E eu vou rir. Rir de lembrar da tua cara boba. Do teu sorriso torto. Dos teus olhos brilhantes. Do nosso amor, que pode ser maluco, mas é sincero. E você foi a melhor coisa que poderia acontecer comigo.